DEL 2

O que esperar do bitcoin no longo prazo?

A liquidação de contratos e apagão em uma fazenda de mineração na China mexeu com o preço do bitcoin neste último final de semana.

Não se sabe ao certo qual foi o gatilho, mas a maiores suspeitas giram em torno da explosão de uma mina de carvão na província de Xinjiang, na China, e que acabou cortando a energia elétrica da região. Mas outra mina também foi paralisada: uma gigantesca fazenda de mineração de bitcoins.

A China é responsável por boa parte das fazendas de mineração do mundo, ficando responsável por cera de 65% do hashrate da rede de bitcoins no mundo (o hashrate é a taxa de mineração, que coloca novos bitcoins no mercado e valida toda a rede da criptomoeda).

Essa paralisação culminou em um movimento de liquidação de contratos por parte dos investidores, impactando – ao que tudo parece – momentaneamente no preço do bitcoin.

Mas o que esperar do bitcoin no longo prazo?

O preço do bitcoin, mesmo com a queda atual, é o mesmo do dia 08/04. Não houve a reversão de nenhum indicador técnico para um cenário desfavorável, e os relatórios continuam apontando um valor acima de US$100 mil para 2021.
Além disso, o mercado institucional continua comprando bitcoin, e o número de investidores não para de crescer. Uma prova disso são os números abertos pela Coinbase e um o sucesso do seu IPO na Nasdaq.

A leitura de boa parte do mercado e de especialistas na área é de que, os projetos de criptomoedas considerados mais sólidos – como o bitcoin – poderão passar por instabilidades como estas, mas continuará mantendo o seu valor no longo prazo.

Quer saber mais sobre o bitcon, ou ficou com dúvida com relação aos seus investimentos? Não deixe de acompanhar as nossas redes sociais, e entre em contato com os nossos consultores sempre que precisar, ok?

#byebnk #juntostransformamososeumundo #bemvindoanovo #tchaubanco

44 replies to “O que esperar do bitcoin no longo prazo?”

  1. We spent a lot of time at her home. Maybe so her mother could keep an eye on us. Mrs. Spencer made sure to be around, offering drinks, snacks, chit chat. I noticed that she was fairly young herself. Granted at my age, anyone over 25 was old, but she was probably mid-30s, divorced. If she was a indiction of how Carley would develop, maybe I should wait. Mrs. Spencer had fuller breasts and a nice butt. She appeared to be in great shape for her “advanced” age. I knew she was keeping an eye on me as much as I was on her and her younger daughter. Her eldest, Sharon was away at college at the time. With Mrs. Spencer around we mostly limited ourselves to holding hands and sneaking in a few light kisses. One day Mrs. Spencer caught us by surprise walking in as I’d slid my hand up from Carley’s stomach to rub her right breast through her shirt. She didn’t really need a bra yet, so I could feel her nipple, hard, through her shirt. Just this much contact had me hard also.

    https://sites.google.com/view/fooKqz20kFQe7HFd https://sites.google.com/view/U4arohZoFx8XjOhf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.