DEL 3

Você já ouviu falar sobre dogecoin?

O dogecoin surgiu no mercado como uma piada do Bitcoin, devido a um popular meme de um cão japonês Shiba Inu, e que estourou na internet durante 2013.

Até ai, nada demais. O dogecoin estaria fadado a ser apenas mais uma das mais de 5 mil criptomoedas irrelevantes em circulação no mundo. Acontece que algo diferente acabou acontecendo.

Seus fundadores, Jackson Palmer e William Marcus, começaram a postar que qualquer pessoa poderia presentear outra dizendo apenas “mande cinco dogecoins para fulano”. Surpreendentemente, milhares de pessoas toparam, e resolveram participar da brincadeira para ganhar o equivalente a US$ 0,02. E isso serviu para popularizar a moeda muito rapidamente.

Até que Elon Musk, fundador da Tesla e segundo homem mais rico do mundo, resolveu entrar na brincadeira: ele começou a falar da dogecoin no Twitter, anunciando para seus 52,7 milhões de seguidores que estava comprando a moeda. Isso fez com que a capitalização do dogecoin avançasse a casa dos R$ 32,9 bilhões no fim de janeiro. E desde então, os valores só aumentaram.

Mas diante de tanto alvoroço, vale a pena investir?

É difícil prever qualquer movimentação futura em relação aos Dogecoins. Este é um tipo de ativo puramente especulativo, e que não paga rendimentos – Ou seja, quem compra só consegue ganhar dinheiro se vender por um preço mais alto.

A princípio, de interessante desta história fica a comprovação de que todo movimento, feito por várias pessoas e engajadas, podem fazer um enorme barulho. E, dependendo da causa, uma enorme diferença no mundo. Então, no mínimo, o dogecoin já nos fez refletir.

#byebnk #juntostransformamososeumundo #bemvindoanovo #tchaubanco

47 replies to “Você já ouviu falar sobre dogecoin?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.